Abandono da orla de Icoaraci afasta turistas e prejudica comerciantes #Icoaraci

Abandono da orla de Icoaraci afasta turistas e prejudica comerciantes

Abandono da orla de Icoaraci afasta turistas e prejudica comerciantes

31/07/2020 17h05 57

Um mês após a retomada das atividades comerciais na Orla de Icoaraci, comerciantes e turistas ainda sentem os anos de abandono que a Vila Sorriso enfrenta pela Prefeitura de Belém. Um simples passeio pela orla permite ver o descaso que o local sofre, com destruição e abandono por toda a orla.

Durante a semana, a presença de consumidores e turistas é tímida. A procura aumenta no final de semana, mas os problemas começam bem antes. “Acho que nesse momento era para as obras estarem bem melhor. Foram deixar para o fim do mandato, espero que aprontem e não deixem inacabado”, diz o técnico em telefonia móvel, Natan Neves.

Ele e a esposa Vitória Santos moram em Icoaraci e conhecem bem a realidade da orla. “A gente vem aqui sempre. E sempre reparamos a situação da calçada, do lixo, dos pedintes. São muitos problemas que precisam de uma solução, porque isso afasta qualquer pessoa, por mais bonito e agradável que seja o local”, critica a maquiadora.

Abandono da orla de Icoaraci afasta turistas e prejudica comerciantes

O principal ponto turístico da Vila Sorriso sofre sem manutenção há anos e parte da calçada está destruída, trazendo riscos para quem frequenta o local. Fernando Araújo

Abandono da orla de Icoaraci afasta turistas e prejudica comerciantes

Insegurança e sujeira também prejudicam quem trabalha ali Fernando Araújo

 

COMÉRCIO

Essa demanda urgente, na visão dos comerciantes, é mais do que necessária e já vem de muitos anos. Jaime Coelho, proprietário de restaurante, considera que um dos maiores problemas é a quantidade de moradores de rua. Eles, segundo Coelho, promovem uma verdadeira baderna, que atinge funcionários e transeuntes. “Eles ficam bebendo o dia todo. Depois de uma certa hora, sobem para a calçada e começam a pedir dinheiro. Quando alguém não dá, eles ameaçam. Muitos brigam entre eles de faca. Vez ou outra morre um. Ninguém suporta esse assédio”, reclama.

A dona de casa Rita de Cássia vem de Barcarena visitar a família e percebe a dificuldade de visitar pontos turísticos da Vila Sorriso, que estão sem fiscalização ou depredados. “Icoaraci está abandonada. É triste. Dá uma tristeza ver o descaso, que começa pela coleta de lixo e passa pela estrutura e insegurança”, opina.

Procurada pela reportagem, a assessoria da Prefeitura de Belém não respondeu aos questionamentos.

 

fonte: DOL



  • Compartilhe publicação:
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter



Comentários